Era uma vez… uma pamonha! Ela nasceu em Goiânia e encontrou duas malucas que decidiram migrá-la para São Paulo e contar sua história através de uma fotonovela. 

Pronta para sair em viagem, com sua roupa especial
Pega um táxi e segue, apreciando a paisagem
Vai de carona num carrinho
Depois do check in, entra na área de embarque
Passa pelo raio-X
Observa a confirmação de seu voo no painel 
Senta-se na área de assentos preferenciais para pamonhas
Liga para casa para avisar que está tudo bem
Observa os aviões na pista
Aperta o cinto
Taís aguarda no desembarque
Pamonha na enorme fila de táxi

Essa história começou porque a Gláucia Colebrusco tem uma veia gastronômica aguçada e quisemos trazer uma pamonha goiana para ela. Foi a fagulha para Taís e eu compormos a sequência de fotos e nos divertirmos muito. Entretemos várias pessoas à nossa volta, que testemunharam e riram de duas loucas que tiravam fotos de uma pamonha. 
Depois de saborear sua refeição goiana, coube à Gláucia compor a imagem que fecha o post.

Sim, até as pamonhas curtem o CineMaterna!

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *