Todas as semanas pergunto ao crítico de cinema Christian Petermann sua opinião sobre os filmes que vão estrear, para saber quais títulos coloco nas enquetes. Perguntei-lhe sobre Abutres, filme argentino – muito bom, por sinal.

Na Argentina, mais de 8.000 pessoas morrem em acidentes de trânsito a cada ano. Atrás de cada uma dessas tragédias existe uma máfia por prêmios de seguros e suas brechas legais. Sosa (Ricardo Darín) é um advogado que vive em hospitais públicos e delegacias em busca de potenciais clientes. Luján (Martina Gusman) é uma jovem médica recém chegada do interior. Uma história de amor começa quando Luján está tentando salvar a vida de um homem que Sosa considera ser um cliente em potencial.

Ele me passou sua impressão sobre o filme e contou que mediou um debate com o protagonista do filme, Ricardo Darín. E acrescentou: “o cinema estava TOMADO de senhoras fãs. Ouvi uma dizer: eu senti a barba dele!!!”.

Ontem fui ao CineMaterna e estava conversando sobre este filme com a Renata, uma das coordenadoras da sessão. Ela contou: “minha mãe foi assistir Abutres em uma sessão que tinha debate com o Darín depois. Ela estava toda feliz porque conseguiu tocar nele!”. Das duas, uma: ou todas as senhoras tiveram a mesma reação ao tocar em Ricardo Darín ou o Christian ouviu o comentário justamente da mãe da Renata… Não sei qual das duas situações é mais surpreendente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *