Ela surtou quando soube que estava grávida novamente. Já tinha se acostumado com a ideia de que seu filho seria o único, não tinha espaço para mais um. Foi pega de surpresa, demorou para se acostumar que sua família seria diferente do que imaginou.

Quando o segundo chegou, sua vida virou um caos, achou que nunca mais sairia da confusão. Mas quando eu lhe contei que estava grávida do segundo, prometeu para si mesma e para mim, que na minha frente, não reclamaria da dificuldade da sua vida de mãe de dois.

Alexandra me contou alguns meses mais tarde que isso a fez despertar para o Jonas, dedicar a ele a atenção e o carinho exclusivos de segundo filho. E aí, me contou:

É muito gratificante e dá uma segurança… Ficamos mais tranquilas no segundo. Você já não acha que tanto amor – como o que sentimos pelo primeiro filho – vai desaparecer no éter… Parece que acalma a sensação de fragilidade, de cuidados excessivos.

0 Comments

  1. Avatar

    Lindo o depoimento, estou no meu primeiro ainda não sei se terei o segundo vai depender da vontade de Deus, mas penso o mesmo do amor do primeiro filho que é enorme e sem explicação. Bjs, quero o Cinematerna no ShopPenha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *