Gergelim

A decisão de engravidar, por si só, dá um frio na barriga. É uma resolução das mais importantes na vida de uma mulher. Se for do primeiro filho, então, dá vontade de sair contando para todo mundo que “está liberado”!

Tem mulheres que decidem, tentam uma vez e… engravidam! Já outras, como eu, tentam, tentam, tentam por meses e um dia, até que enfim, descobrem-se grávidas. E tem aquelas que depois de um tempo sem sucesso, investigam e descobrem que precisarão de “uma forcinha”. O processo, para quem precisa aguardar mais do que desejava para engravidar, gera um desgaste emocional intenso para muitos casais. Mas quando consegue, aaaahhhh, é a maior felicidade do mundo!

Tatiana Storni cuida da produção dos eventos do CineMaterna. Moça dos check-lists, está sempre correndo para que tudo saia de acordo com o planejamento, ou seja, que o resultado sejam mães e bebês felizes. Era a única que não tinha filhos e que trabalha nos bastidores.

Com Rafael, filho da Gláucia
Rafael natalino
Embalou Eric, meu filho,
até que ele dormisse na reunião
Outra com Eric. Leva jeito, não? 

À esta altura, você já sabe o que vou falar. Depois de tentar, tentar, tentar e ter uma forcinha amiga, Tati está grávida de um gergelim, como seu bebê foi carinhosamente apelidado entre nós. Está enjoando, chora à toa e faz mil planos. É uma delícia acompanhar a primeira gestação, algo inédito entre nós, turma em que todas já são mães.

Tati, parabéns. Não vejo a hora de postar fotos suas com seu bebê!